Um espaço pensado para compartilhar conhecimento e assuntos relacionados ao universo têxtil, moda, tendências, tecnologias, novidades e tudo o que envolve o dia a dia de quem produz confeccionados. Informações de mercado, publicações segmentadas, entrevistas e insights que podem ajudar a sua empresa a melhorar ainda mais os seus resultados.

VESTUÁRIO PROTETIVO: NOVAS ROTINAS DIÁRIAS

Somente entre fevereiro e maio de 2020 registrou-se um crescimento enorme nas buscas por termos como “capacete” (+221%) e “ciclovia” (+426%), segundo pesquisa da WGSN. Reflexo direto das atuais medidas de distanciamento social, o relatório apresenta ainda diversas mudanças significativas no comportamento dos trabalhadores ao redor do mundo, conforme voltam às suas rotinas e procuram meios alternativos ao transporte público justamente para evitar aglomerações ou hábitos mais saudáveis (não à toa, a caminhada também está em curva crescente). Neste movimento, as malhas tecnológicas que controlam a temperatura corporal, com proteção solar ou bactericida e extremamente flexíveis são cada vez mais populares e proporcionam conforto e segurança para o dia a dia.

O vestuário para o cotidiano passa por uma mutação, mesclando o fitness e o formal em designs inteligentes com qualidade nos acabamentos que garante tanto a longevidade e resistência quanto o toque macio das peças no corpo. As costuras do tipo “flatseam” ficam com as partes sobrepostas rebatidas para evitar calombos, diminuindo drasticamente o atrito com a pele e podem ser feitas na SiRUBA D007S-460-02-ET-AK-AW7, com cortador de linhas e sucção de resíduos automáticos e motor Direct Drive que alcança até 4200RPM. Pregas e vincos estratégicos conferem liberdade de movimentos em blazers e ternos desenvolvidos em bases clássicas de construção renovada ou atual, mas com um charme “vintage”, sempre buscando aproximação à moda social. As peças confeccionadas com a linha MO-6800S da JUKI (interlocks industriais) apresentam costuras delicadas e resistentes, em processo que previne manchas ou respingos de óleo com tecnologias secas.

Calçados e acessórios também seguem estas propostas, com bolsas e capuzes aparecendo também mesclados ou fundidos junto ao próprio vestuário de forma destacável – tudo para otimizar o uso e a higienização dos itens pessoais, incluindo as máscaras de proteção. Com o uso obrigatório nos espaços públicos em âmbito global, as máscaras são feitas com agilidade e maestria em filigranas otimizadas por automação e moldes exclusivos que produzem em média 300 peças por hora com até 4 camadas de tecido. Converse com os nossos especialistas e conheça as nossas diversas soluções para a confecção de artigos resistentes, seguros e de qualidade ímpar.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comparar Produtos ()