Adequação para NR12

A Norma NR-12 foi criada em 8 de junho de 1978 e recebeu sua última alteração em 29 de abril de 2016. Inicialmente o objetivo da norma era a adequação de máquinas que ofereciam maior risco aos operadores de máquinas mais específicas, mas hoje é fortemente cobrada em outros segmentos como o têxtil, por isso, é importante estar adequado e evitar multas.

Princípios Gerais da NR-12

Esta Norma Regulamentadora e seus anexos definem medidas de proteção para garantir a integridade física dos trabalhadores e estabelece requisitos mínimos para a prevenção de acidentes e doenças do trabalho nas fases de projeto e de utilização de máquinas e equipamentos de todos os tipos, e ainda à sua fabricação, importação, comercialização, exposição e cessão a qualquer título, em todas as atividades econômicas, sem prejuízo da observância do disposto nas demais Normas Regulamentadoras – NR aprovadas pela Portaria nº 3.214, de 8 de junho de 1978, nas normas técnicas oficiais e, na ausência ou omissão destas, nas normas internacionais aplicáveis.

Etapas necessárias para a certificação dos Equipamentos para a NR-12:
1) Análise de risco do equipamento, por Engenheiros de Segurança, de Trabalho e elétrico.
2) Elaboração do Laudo de risco, resultante da análise de risco.
3) Adequação física do equipamento de acordo com as exigências do laudo.
4) Tradução e ou confecção do Manual de Operação e Manutenção.
5) Formalização do Laudo de Risco com fotos da adequação do equipamento.
6) Fornecimento das ART’s assinadas pelos Engenheiros responsáveis.
7) Entrega do equipamento com seus respectivos documentos e protocolo de entrega.

Em alguns casos a adequação física se deve também ao local de trabalho, coibindo através de barreiras físicas do contato de pessoas com o equipamento.

A adequação física e ou do local de trabalho não exime o empregador de constantes treinamentos do uso do equipamento e da necessidade de uso de EPI´s quando é o caso.

Cada equipamento precisa ser criteriosamente estudado para sua adequação, por exemplo uma máquina de costura Overlock não oferece o mesmo risco ao operador se comparado a uma travetti ou botoneira que são máquinas de ciclos e exigem maior controle eletrônico para paradas instantâneas, o que eleva o custo da certificação.

O BNDES possui abertas algumas linhas de crédito para investimento em Certificação NR-12, como o Moderniza BK e Progeren. Mais informações podem ser obtidas no sítio do BNDES www.bndes.gov.br.

A Silmaq oferece o serviço de suporte e adequação de equipamentos para a NR-12, fale com nossos consultores.

Tenho Interesse

Comparar Produtos ()