INOVAÇÕES TÊXTEIS: TECNOLOGIA E PROTEÇÃO

Os novos comportamentos sociais que incluem o distanciamento ou mesmo o isolamento, implica na valorização do vestuário com barreiras físicas alcançadas com as tecnologias de biossegurança. A indústria têxtil apresenta diversas bases para proporcionar mais proteção e bem-estar assim como maquinário e outras soluções inteligentes para manter a qualidade e a higiene nos processos de produção. Fibras que bloqueiam raios UV ou nanopartículas de aloe vera e camomila já são inovações presente no portifólio das entre as marcas com propósitos e a atual pandemia de Covid-19 acelerou o acesso a outros recursos mais específicos como as fibras com proteção antimicrobiana que combatem bactérias e vírus.

A indústria brasileira também aposta nas novidades para este segmento. Dalila Têxtil e Diklatex anunciaram recentemente seus têxteis com a tecnologia de prata, também presente na Tech T-shirt da marca Insider. Cada vez mais populares, duráveis e sustentáveis, estes materiais inteligentes são considerados nobres e reforçam a necessidade de qualidade e planejamento para garantir o seu sucesso comercial. Para tanto, equipamentos modernos que preservam o valor dos artigos com acabamentos primorosos e resistentes e economia de materiais, são essenciais.  Toda a linha Juki Smart Solutions, idealizada para a indústria 4.0, ou as soluções de corte a laser da Nippon como a NP1610-FET-FA, com esteira e sistema de encaixe dinâmico e intuitivo (sendo esta também ideal para o corte de máscaras de proteção anatômicas ou até mesmo “fono acessíveis” com recorte central para aplicar material transparente), estão presentes na produção das principais confecções do Brasil.

As máscaras, que também começam a ser produzidas com estas bases têxteis inteligentes, tornaram-se acessórios obrigatórios; a produção automatizada destes acessórios é alcançada com a estação MCE-240/VC008-1364P da Silmaq, e como a estética também é importante para imprimir estilo às peças, estamparia e bordado são ideais para customizá-las.  Os pigmentos atóxicos da Kornit Presto S imprimem padrões gráficos belíssimos e de alta resolução, enquanto as bordadeiras da Tajima são capazes não somente de produzir motivos rebuscados e delicados, como também já bordam no formato indicado para as máscaras, otimizando o corte das mesmas. Entre em contato e descubra as inúmeras possibilidades dos equipamentos Silmaq.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comparar Produtos ()