INDÚSTRIA 4.0: AGILIDADE E PLANEJAMENTO

Recentemente a empresa holandesa KPMG – especializada em assessorias, consultorias e auditorias profissionais – emitiu uma lista com diversas dicas pertinentes às ações indústrias para a volta da normalidade laboral, na medida do possível (você pode conferir integralmente aqui, em português nato). Planejar a médio e longo prazo, tanto internamente quanto externamente com fornecedores e lojistas, beneficiar e incentivar produções locais ou de menor escala, além de melhorias tecnológicas principalmente nos maquinários, tanto para evitar fadigas em colaboradores quanto para manter a produção ativa mesmo com quadro reduzido, são alguns dos pontos abordados no relatório. No setor têxtil, muitas destes princípios já estavam aplicados à rotina de muitas empresas e mostraram-se extremamente eficazes para otimizar cronogramas, desenvolvimentos e linhas de produção.

A quarta revolução industrial, a indústria “4.0”, vai muito além de automações na linha de produção e tecnologias inovadoras. Um dos maiores atributos deste conceito é justamente a agilidade em toda a cadeia de consumo, desde planejamento e desenvolvimento até a logística de distribuição e a entrega comercial. Toda esta rede que envolve máquinas e softwares avançados e principalmente pessoas necessita constantemente evoluir para garantir cada vez mais qualidade, tanto em questões relacionadas aos produtos quanto na manutenção do ciclo (ou mesmo reciclo) econômico, desdobrando até o crescimento de pequenas empresas e também no bem-estar humano. Durante crises imprevistas como a do Covid-19, estas atualizações são reforçadas para evitar maiores danos à economia global.

Além da reconhecida agilidade e qualidade da estamparia têxtil direta com as máquinas da Kornit, programas de criação digital como o EFI Optitex (que geram simulações tridimensionais riquíssimas em detalhes a partir de moldes bidimensionais e permitem apresentações comerciais remotas e sem necessidade de confecção de peças-piloto, além de já entregar relatórios quantitativos pertinentes e precisos) auxiliaram nossos clientes a otimizar toda a empresa no período de quarentena – máquinas de corte automático e costura como as Bullmer ou a linha Juki Smart Solutions também são essenciais. As informações emitidas em relatório de desempenho por estes equipamentos facilitam a tomada de decisões de maneira mais segura, auxiliando a manutenção das atividades mesmo à distância, via conexão remota de informações. Converse com um de nossos consultores e descubra as facilidades da tecnologia 4.0 nos equipamentos do nosso portifólio.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Comparar Produtos ()