Acabamentos com “cara de artesanal” apareceram em coleções de várias marcas e especialmente os looks de couro de Patricia Vieira ganharam destaque, carregados de aviamentos e finalizações manuais, assim como as peças trabalhadas manualmente por bordadeiras mineiras no desfile de Ronaldo Fraga, que colocou na passarela modelos de várias idades e biótipos mais uma vez quebrando padrões estéticos. Marcas inspiradas no trabalho autoral destes dois estilistas brasileiros podem contar com a tecnologia Tajima com a PAX Series, que perfura, costura e ainda borda com mais de uma cor, sem a necessidade de deslocar o projeto em algum processo.

Outra marca que apostou forte na diversidade foi a Água de Coco, com modelos plus size, tatuadas e duas grávidas. A coleção moda praia teve perfume de alfaiataria, com babados, tecidos leves e acabamentos elegantes. Artigos mais delicados e acabamentos específicos para moda praia e íntima obtém maior rendimento e qualidade final com equipamentos como a Siruba ASP-BST100, máquina automática para alça de sutiã. Converse com um de nossos consultores e descubra as facilidades dos equipamentos Silmaq.  

Fonte: Silmaq